PRIMEIRO OLHAR: TEATRO PARA BEBÊS

Estão ESGOTADOS os ingressos para todas as apresentações do Primeiro Olhar - VI Festival Internacional de Teatro para Bebês. Abriremos lista de espera na bilheteria, uma hora antes de cada apresentação. Os ingressos reservados e não retirados até 15 minutos antes do início da apresentação serão liberados. As apresentações acontecem de 1 a 23 de julho de 2017: aos sábados, às 11h e às 14h, no CLAC – Centro Livre de Artes Cênicas de São Bernardo do Campo (Praça São José, 240 - Baeta Neves); e aos domingos, às 14h e às 16h, no Espaço Sobrevento (Rua Coronel Albino Bairão, 42 – Metrô Bresser-Mooca), em São Paulo. A programação tem entrada franca e, além de espetáculos, estão programadas uma mesa-redonda e uma oficina, direcionadas a artistas e pesquisadores. Confira a programação:

Espetáculo A GRUTA DA GARGANTA, com a CIA. LA CASA INCIERTA | ESPANHA

1 de julho, às 11h e às 14h – CLAC São Bernardo do Campo

2 de julho, às 14h e às 16h – Espaço Sobrevento – São Paulo

Espetáculo teatral lírico para crianças de 0 a 6 anos de idade. Baseado na pesquisa sobre a gênese da linguagem do ser humano, do balbucio ao canto lírico, o espetáculo investiga a relação íntima do ser humano com a sonoridade vocal e suas intenções comunicativas. As atrizes e cantoras partem para uma aventura por dentro do corpo, percorrendo o caminho poético do ser humano, quando começa a falar. A encenação conta com músicas especialmente compostas pelo ucraniano Mikhail Studyonov.


Espetáculo TERRA, com o GRUPO SOBREVENTO | SP_BRASIL

8 de julho, às 11h e às 14h – CLAC São Bernardo do Campo

9 de julho, às 14h e às 16h – Espaço Sobrevento – São Paulo

Uma mulher pisa na terra. Fazia tempo que não sentia a terra nos seus pés. Ao senti-la, lembra do carinho que brota terra. Desenterra os seus segredos, que são as coisas pequenas de que é feita a vida. Inspirado na ideia de que as crianças costumam enterrar objetos e coisas que lhes são significativas, o texto fala de memória, dos laços afetivos, do amor que está dentro de todos nós e que é a base de todo ser humano.


Espetáculo Caminhos, com a Cia. TÍTERES DE MARÍA PARRATO| ESPANHA

15 de julho, às 11h e às 14h – CLAC São Bernardo do Campo

16 de julho, às 14h e às 16h – Espaço Sobrevento – São Paulo

Este espetáculo fala da transformação, da força que reside na fragilidade e da resistência que existe em todos nós, para as mudanças. Pedras ignoradas, folhas mortas, caracóis e sementes que nos esperam em nosso caminho, para nos fazer lembrar que viemos ao mundo para sonhar.


Espetáculo Ser você e ainda ser eu, com o GRUPO MÃO NA LUVA | SP_BRASIL

22 de julho, às 11h e às 14h – CLAC São Bernardo do Campo

23 de julho, às 14h e às 16h – Espaço Sobrevento – São Paulo

Três atrizes encenam de forma poética a trajetória de nascer, crescer e tornar-se outro. Criada a partir da experiência da maternidade, da observação das relações entre bebês e cuidadores e principalmente do que queremos vivenciar com este público, a encenação delicada e sensível dá-se por meio de objetos simples em um cenário onde acontecem cenas carregadas de poesia.


Mesa-redonda O ator diante do bebê - Com a Cia. Títeres de María Parrato (ESP) e Grupo Sobrevento: 14 de julho, às 20h – Espaço Sobrevento – São Paulo


Oficina Folhas, pedras e mãos: em busca do primeiro olhar na criação teatral - Com a Cia. Títeres de María Parrato (ESP): 17, 18 e 19 de julho, das 19h às 22h – Espaço Sobrevento – São Paulo | Inscrições: Envio de carta de interesse para info@sobrevento.com.br


Sobre as companhias participantes

LA CASA INCIERTA é precursora do Teatro para Bebês na Espanha e direciona seu trabalho a este público há 15 anos. Realizou oito ciclos internacionais de Teatro para Bebês em seu país. Seu diretor, Carlos Laredo, dirigiu por 10 anos o Festival Teatralia, um dos maiores eventos de artes para crianças da Europa, e também ocupou a direção da Rede de Teatros de Madri. É parceira do Sobrevento na criação e realização das Mostras PRIMEIRO TEATRO E PRIMEIRO OLHAR e organiza em Brasília, ainda este ano, a quarta edição do PRIMEIRO OLHAR naquela cidade.

A Companhia Títeres de María Parrato já se apresentou em toda a Espanha e em muitos países da Europa, Ásia e América. Tem recebido inúmeros prêmios nos tantos festivais pelos quais passou. Em 2016, recebeu o Premio Nacional de Teatro da Espanha.

Fundado em 2004 durante uma longa e intensa oficina de aprofundamento ao Teatro de Animação que culminou no projeto Fantoches nas Praças, do Grupo Sobrevento, o GRUPO MÃO NA LUVA iniciou sua trajetória com o espetáculo AMOR ENTRE PENAS. Sua pesquisa do Teatro de Animação prosseguiu com a montagem de A PRINCESA AFRICANA E A COBRA LEÃO, AMÉRICA de Franz Kafka e A BENZEDURA DA CAIPORA. O Grupo é formado por Giuliana Pellegrini - atriz, arte-educadora e pesquisadora da educação voltada para a primeira infância -, Fernanda Tessaro - atriz e estudante de pedagogia -, Catarina Pellegrini - atriz mirim -, J.E.Tico - músico e arte-educador -, e Iara Ungarelli - musicista, arte-educadora e criadora do projeto “Sensível” - sensibilização musical para bebês.

O PRIMEIRO OLHAR é uma Mostra idealizada pelo GRUPO SOBREVENTO e pela Companhia LA CASA INCIERTA, parceiros há doze anos na iniciativa de desenvolver um Teatro para Bebês no Brasil. É dos dois a curadoria desta Mostra, realizada pelo Grupo Sobrevento e pelo PROAC - Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura, com o apoio da Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo, por meio de sua Secretaria de Cultura.

O CLAC – Centro Livre de Artes Cênicas - fica na Praça São José, 240 – Baeta Neves – São Bernardo do Campo – Telefone: (11) 4125-0582.

O Espaço Sobrevento fica na Rua Coronel Albino Bairão, 42 - a 2 quadras do Metrô Bresser-Mooca, São Paulo. Telefone: (11) 3399-3589.

Os locais serão adaptados para receber os bebês e seus pais e contarão com assentos especiais para bebês, trocador, assentos sanitários infantis nos banheiros e brinquedoteca, além de um estacionamento para carrinhos de bebê.

Os espetáculos têm duração de 30 a 45 minutos.

Capacidade: 80 lugares - destinam-se a um bebê com um acompanhante, em um total de 40 lugares para bebês e 40 lugares para acompanhantes, por sessão.

Ingressos gratuitos, distribuídos uma hora antes de cada sessão (no CLAC) e meia hora antes de cada sessão, no Espaço Sobrevento. É recomendável fazer reserva pelo e-mail info@sobrevento.com.br



CADÊ O MEU HERÓI? EM FORTALEZA

ESPETÁCULO ENCERRA PROGRAMAÇÃO INFANTIL ESPECIAL DE FÉRIAS DA CAIXA CULTURAL FORTALEZA

O SOBREVENTO comemora 30 anos com o espetáculo Cadê o meu Herói?, em temporada de 28 a 30 de julho, na CAIXA CULTURAL

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 28 a 30 de julho de 2017, o espetáculo infantil Cadê O meu Herói?, que encerra a temporada infantil especial de férias e comemora os 30 anos do grupo. As apresentações acontecem na sexta, às 18h, e no sábado e domingo, às 17h. Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia) e podem ser adquiridos 2h antes de cada espetáculo. Mais informações pelo tel. (85) 3453-2770.

O projeto traz uma releitura dos antigos romances de cavalaria e conta com a tradicional história da donzela aprisionada na torre do castelo por um barão malvado – com quem não quer casar-se – e espera a vinda de um herói para salvá-la. Tudo contado por meio de fantoches! Especialmente recomendada para crianças que se acham grandes demais para o teatro de bonecos, a peça termina por revelar que, na vida real, não existem heróis ou soluções milagrosas e que o diálogo é mesmo a melhor solução para todos os problemas. É uma montagem que só pode ser representada por fantoches e que prova que há coisas que só os bonecos podem fazer. Um raro espetáculo de ação, aventura, uma “megaprodução em miniatura”, debochada, sem-cerimônia e com um final inesperado.

A manipulação, dirigida por Yang Feng – maior mestre da técnica da luva chinesa de quinta geração – impressiona pelas ações e gestos que raramente os fantoches são capazes de fazer. Fruto de um intercâmbio artístico entre Brasil, China e Argentina, o mestre apresentou-se em mais de vinte capitais do Brasil, para públicos de até trinta mil pessoas, e em cidades de diferentes regiões da Espanha. Ganhou o prêmio Mambembe (Funarte / MinC) pela manipulação dos bonecos.

Mais que um simples espetáculo de bonecos, o projeto é uma rara ideia de aperfeiçoamento desenvolvida por um grupo teatral. O Sobrevento promoveu um intercâmbio internacional entre bonequeiros de diferentes origens e formações, juntando-os em um trabalho original. A montagem trouxe ao país os bonequeiros Yang Feng (China), responsável pela direção de manipulação do espetáculo; e Horácio Tignanelli (Argentina), que teve que reescrever seu próprio texto original, adaptando-o à técnica dos fantoches chineses. O último bonequeiro a integrar-se ao projeto foi o Mestre Saúba, considerado por Fernando Augusto (Pesquisador do Teatro Popular nordestino, diretor do Grupo Mamulengo Só-Riso e criador do Museu do Mamulengo, em Olinda) o maior escultor vivo de mamulengos.



OFICINA EM FORTALEZA

Além de apresentar o espetáculo Cadê o meu Herói?, o SOBREVENTO vai realizar Oficina de Introdução ao Teatro de Animação na CAIXA CULTURAL FORTALEZA. A oficina tem entrada franca e acontece no dia 29/07, das 10 às 13h. As inscrições estão abertas até o dia 24/07 pelo e-mail info@sobrevento.com.br. A lista com os selecionados será divulgada no dia 25/07, neste site.



ESCOMBROS ESTREIA EM SP

Sobrevento celebra 30 anos com espetáculo que fala da perseverança em uma terra arrasada

Com a colaboração das companhias da França Théâtre de Cuisine e Théatrenciel, o grupo apresenta seu novo espetáculo Escombros, que trata da vida em meio a ruínas, valendo-se do Teatro de Objetos

Referência na pesquisa de linguagem do Teatro de Animação – dentro e fora do Brasil –, criador de festivais e pioneiro em diferentes técnicas teatrais no país, o Grupo Sobrevento estreia, em 11 de agosto de 2017, o espetáculo adulto Escombros, no Espaço Sobrevento (R. Coronel Albino Bairão, 42, Belenzinho), às 20h. A montagem celebra os 30 anos de trabalho do grupo e integra o projeto Memórias e Trajetórias – Sobrevento 30 anos, subvencionado pelo Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo.

Criado a partir do Teatro de Objetos - linguagem que o grupo pesquisa profundamente desde 2010 -, com a colaboração das cias. francesas Théâtre de Cuisine e Théatrenciel, o espetáculo Escombros trata da aniquilação dos relacionamentos e dos seres em um mundo que está desabando. Na encenação, pessoas que perderam tudo andam sobre escombros e tentam, apesar de toda a desesperança que paira no ar, compreender como tudo se perdeu sem que se dessem conta e, mesmo incapazes de recompor um mundo que não existe mais, insistem em manter-se de pé. “A destruição do nosso entorno, a ruína de nossas construções, de nossa casa, de nossos sonhos termina por contaminar as nossas relações com os outros e, por fim, entranha-se em cada um de nós, penetrando-nos os ossos e a alma”, diz Sandra Vargas, que dirige o espetáculo ao lado de Luiz André Cherubini.

A pesquisa do novo espetáculo teve como ponto de partida a exploração da linguagem do Teatro de Objetos – onde objetos cotidianos deflagaram as diferentes ações e situações – e a MEMÓRIA como mote principal. A montagem põe lado a lado cenas de uma dramaturgia intimista e delicada, de diálogos simples e diretos, e cenas sem palavras, coreografadas, revelando a humanidade possível em uma atmosfera de vazio e desolação.

A música do paranaense Arrigo Barnabé e uma canção do carioca Geraldo Roca, na voz do cantor sul-mato-grossense Márcio de Camillo, embalam esta montagem paulistana, que conta, ainda, com figurinos do estilista mineiro João Pimenta e iluminação do carioca Renato Machado, fazendo de Escombros um espetáculo que representa muitos cantos do país em que vivemos.

ESCOMBROS estreia no dia 11 de agosto de 2017, às 20h, no Espaço Sobrevento, que fica na Rua Coronel Albino Bairão, 42, Metrô Bresser-Mooca, Tel. (11) 3399-3589. E fica em cartaz até 17 de setembro, às sextas, sábados, domingos e segundas, às 20h, com entrada franca. A bilheteria abre uma hora antes e os ingressos podem ser reservados pelo info@sobrevento.com.br